Janela veneziana. Madeira ou alumínio com ou sem grade

Perguntas e respostas sobre Janela veneziana feitas de madeira ou alumínio, modelos criados com grade ou sem grade. Veja este tira dúvidas sobre essas questões.

» Página Inicial


O que é janela veneziana?

A janela do tipo veneziana é um modelo geralmente de várias folhas que permitem a sua abertura na horizontal, movimentando-se através de trilhos. Normalmente os modelos mais comuns têm 3 ou 6 folhas, sendo que no primeiro caso, normalmente, duas folhas correm e uma é fixa. Já no segundo caso é comum 4 folhas correrem e duas ficarem fixas.

A particularidade principal desse tipo de janela é a presença de frestas que permitem a entrada de ar sem, no entanto, permitir a entrada de luz no ambiente.

As janelas venezianas são provavelmente o tipo mais comum nas residências do Brasil, especialmente em janelas de quartos ou cozinhas. O seu uso é bem tradicional.

Janela veneziana

É também utilizado o modelo sanfonado, fabricado em madeira, que abre para fora, mais comumente encontrado em residências antigas, como por exemplo a mansão da família Garmatter, em Curitiba, hoje Museu Paranaense.

Veja aqui vários modelos de janelas venezianas.

Quais as vantagens deste tipo de janela?

As janelas venezianas, assim denominadas por terem surgido e se popularizado em Veneza, na Itália, são um tipo bastante tradicional, como já explicado acima, e simples de usar. Ele não ocupa espaço interno e, quando utilizado o modelo de correr, não requer espaço externo para abertura, isto é, o fluxo de abertura pode ser controlado. Por ser tão popular, é possível encontrar vários modelos e tamanhos e em diferentes tipos de materiais. Tudo isso é vantajoso, pois possibilita escolher a melhor opção.

A maior vantagem da utilização desse tipo de janela, no entanto, é a possibilidade de constante ventilação dos ambientes, mesmo com a janela fechada. As pessoas necessitam, para uma boa saúde, respirar sempre ar fresco, e, durante a noite, quando se deitam para dormir, o ideal seria que as janelas permanecessem abertas para constante ventilação, mas sabemos que isso pode ser inviável por questões de segurança, iluminação ou temperatura. Por esse motivo, as janelas venezianas convertem-se em grandes aliadas, pois, desde que o vidro interno esteja aberto ou semiaberto, suas frestas permitem a constante renovação do ar do aposento, garantindo maior conforto.

Quais as desvantagens?

A maior desvantagem, observada no modelo de correr, é a de que a janela, quando fechada, apesar de permitir ventilação, impede a entrada de luz e a visualização do ambiente externo, o que pode ser um ponto negativo em determinadas circunstâncias. Por exemplo: uma janela desse tipo é instalada na cidade de Porto Alegre. Quando chega o inverno, num dia bem frio, fazem -3°C. Com certeza quem estiver dentro da casa deixará a janela fechada, para impedir a perda de calor do ambiente interno da residência, mas se a pessoa desejar, por algum motivo ou necessidade, observar o ambiente externo, com a janela fechada, não poderá, problema que não existiria em janelas simples de vidro comum.

Além disso, uma janela desse tipo fechada significa mais uma lâmpada acesa, visto que ela não permite a entrada de luz natural no quarto. Bons projetos arquitetônicos procuram a maximização da iluminação solar no ambiente, pois, dessa forma, há maior economia de energia elétrica.

Em muitos locais as janelas venezianas têm sido substituídas por outros modelos, talvez por questões estéticas, como tem acontecido nas janelas da sala de muitas casas de padrões médio e alto. Nesses locais, seu uso tem sido substituído por vidros fixos ou outras formas de abertura.

Venezianas de madeira ou alumínio, qual é melhor?

No que diz respeito ao modelo de correr, creio que o alumínio seja a melhor opção neste caso, muito embora existam modelos de janelas de madeira muito bons também, mas, pelo fato de as folhas terem de correr, a madeira pode ser mais problemática neste caso, enquanto que o alumínio desliza mais suavemente e tem menos chances de emperrar na abertura ou fechamento.

Quanto ao modelo sanfonado, a madeira constitui-se em uma melhor opção quando ponderamos tendo em vista o valor estético da composição. Afinal, venezianas de madeira são lindíssimas! Haverá a necessidade de espaço externo para abertura da janela, mas, a menos que ela esteja grudada com um muro, isso não será um problema, visto que as venezianas sanfonadas têm esse nome por serem um conjunto de folhas unidas por dobradiças, o que possibilita que elas sejam “dobradas” para fora, sem ocupar muito espaço.

No que se refere aos desempenhos térmico e acústico dos dois materiais, podemos fazer uma comparação bastante interessante: a madeira, não é preciso ser um expert para saber, é um péssimo condutor térmico e, consequentemente, um bom isolante; o alumínio, por sua vez, é condutor de calor, propriedade física inerente aos metais. Portanto, a madeira terá um desempenho térmico superior. Relativamente à acústica, a madeira também sai na frente, pois imagine, por exemplo, a chuva batendo numa janela de madeira e então compare com os sons estridentes que seriam produzidos em uma janela de alumínio. Se não houver cobertura e a janela estiver exposta ao tempo, dias chuvosos podem trazer certo desconforto acústico se for optado pelo modelo metálico.

Com grade ou sem grade?

O uso de grades em janelas ocorre com mais frequência quando há riscos de segurança como invasão, nesses casos a grade impossibilita a entrada de pessoas, mesmo que a janela esteja aberta. Fora esses casos, seu uso não é muito recomendado, pois acaba prejudicando um pouco o aspecto estético da janela. Contudo, entre segurança e estética, prefira sempre o primeiro.

Quais os cuidados na compra e instalação dessas janelas?

O principal cuidado está no planejamento, e isso envolve a definição do tamanho da janela e o tipo do material que você irá usar. Também é importante entender se o modelo de janela veneziana é a melhor alternativa, pois pode ser que em alguns locais outros modelos sejam mais adequados.


 

Veja também



© 2018   |   Dicas para Casa: Construção, jardinagem e eletroeletrônicos   |   Política de Privacidade