Mudanças residenciais. Definição, causas e terceirização

Perguntas e respostas sobre Mudanças residenciais. Por que as pessoas não gostam de fazer mudanças de casas? Quais as principais causas que levam as pessoas a se mudarem?

Mudanças residenciais são deslocamentos de pessoas, geralmente famílias, de um determinado endereço para outro em uma mesma cidade ou para outras cidades e localidades. É uma ação relativamente comum e tende a ocorrer com maior frequência com pessoas que não tem casa própria e depende de aluguel.

Além das pessoas, a mudança também envolve o deslocamento de móveis e eletrodomésticos da família, assim como a adaptação de toda a infraestrutura que a casa precisa.

Normalmente as pessoas não gostam de fazer mudanças pelo fato de dar muito trabalho e não poucas as vezes gerar muito transtorno. Para muitos, só a ideia de mudar de casa já é motivo de preocupação.

Por que as pessoas não gostam de fazer mudanças de casas?

Só quem já mudou para saber o transtorno que é desmontar tudo em uma casa e remontar em outro lugar. Normalmente é um processo extremamente trabalhoso e que exige muita paciência até as coisas se organizar.

Quais as principais causas que levam as pessoas a se mudarem?

Caminhão transporte

As mudanças residenciais são bastante identificáveis em alguns cenários e dentre eles podemos destacar os seguintes:

  • Pessoas que dependem de casas de aluguel. Neste caso, como o imóvel é alugado, não há segurança e frequentemente ocorre mudança de endereço buscando um local melhor ou porque o proprietário pediu o imóvel.
  • Jovens. Os jovens tende a apresentar um quadro de mudanças residenciais com certa frequência, especialmente nos casos de estudantes que nem sempre conseguem se fixar em um local, em função de mudanças de cidade em busca de emprego ou até casamento.
  • Empreendedores de imóveis. Há outro tipo de pessoa que vive mudando de casa também que é aquele que compra e vende casa. Muitos desses usa a própria casa de moradia como negócios e ai de vez em quando tem que sair da casa porque ela foi vendida.

Vale a pena terceirizar para uma empresa especializada a mudança?

Depende. Para muitas pessoas, uma mudança residencial é algo muito pessoal e com isso elas mesmos precisam colocar a mão na massa para organizar tudo, desde desmontar, embalar e auxiliar na forma de transporte. Mas para outros, eles não querem nem ver e preferem chegar do trabalho e nova casa já estiver pronta. É claro que há um custo para terceirizar e se isto não for um problema, eu diria que vale a pena sim.

Fica caro fazer uma mudança residencial?

Fica. Neste caso é preciso levar em todo todos os valores envolvidos e quando você considera tudo isso perceberá que uma mudança geralmente é cara. Considere:

  • Valor do frete;
  • Ajudantes para carregar os móveis e objeto;
  • Limpeza da nova casa e da antiga;
  • Adaptações na nova casa, como tomadas, varal, encanamento, etc;
  • Geralmente você precisará comprar alguma coisa para a nova casa, seja uma nova peça de móvel ou algo que precisará ser substituído porque não serve agora;
  • Entre outros.

Quais os principais problemas envolvidos em uma mudança?

Há muito que podem surgir, mas creio que dentre os mais comuns e conhecidos podemos destacar os seguintes:

  • Custo do frete que pode ser bastante alto dependendo da distância entre a casa atual e a nova moradia. Se for para outras cidades e até outros estados, pode ficar bem caro mesmo;
  • Danificação de móveis e eletrodomésticos. Quem nunca não teve um móvel quebrado ou um eletrodoméstico arranhado durante uma mudança?
  • Desinstalação e instalação de várias coisas, como TV, suportes, estrutura de máquinas de lavar, gaz de cozinha e outros;
  • Embalar e desembalar pequenas pecas, como louças, objetos de decoração, entre outros;
  • Limpeza;
  • Organização;
  • Etc.