Plantas terrestres e do cerrado. O que são, exemplos e características

O que são plantas terrestres e do cerrado. Quais são as divisões entre as plantas terrestres e quais são os exemplos destas plantas mais conhecidas? Veja a nossa lista com exemplos e imagens

» Página Inicial


O que são plantas terrestres?

As plantas terrestres são as que se desenvolvem em substratos não-submersos, ou seja, são fixas à terra ou rochas. Elas são um grupo de plantas que nos é mais familiar, pois, inclui árvores, musgos, fetos e muitas outras plantas terrestres, englobando assim plantas não vasculares, vasculares com semente e vasculares com flor. Consideram-se plantas terrestres porque estão adaptadas para a vida em terra, apesar de algumas serem secundariamente aquáticas.

[caption id="attachment_217" align="alignnone" width="800"]Planta samambaia Samambaia, uma das plantas mais conhecidas[/caption]

Quais são alguns exemplos dessas plantas mais conhecidas?

Seria humanamente impossível relacionar todas, mas acredito que entre as plantas terrestres mais conhecidas estejam:

[caption id="attachment_218" align="alignnone" width="800"]Plantação de alface A alface é das plantas comestíveis, uma das mais comuns[/caption]

Quais são as divisões entre as plantas terrestres?

As plantas terrestres dividem-se entre:

O que são plantas do cerrado?

Veja abaixo uma lista de imagens de plantas do:

Quais são os exemplos destas plantas mais conhecidas?

Algumas das plantas mais conhecidas da região são:

Onde podemos encontrar regiões cerradas?

O Cerrado brasileiro é um tipo de vegetação que podemos encontrar desdo o Piaui, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Bahia. O cultivo de jardins em climas mais áridos como o da Região do Cerrado brasileiro pode ser bem limitante se houver desconhecimento das plantas adequadas.

Quais as características das plantas dessa região?

A vegetação natural é de árvores baixas, inclinadas, de tronco retorcido, numa demonstração de falta de água no seu crescimento. Isto é devido ao tipo de regime de chuvas, que são abundantes no verão e depois cerca de seis meses de seca.

Troncos e ramos tortuosos, súber espesso, macrofilia e esclerofilia são características da vegetação arbórea e arbustiva, que de pronto impressionam o observador. O sistema subterrâneo, dotado de longas raízes pivotantes, permite a estas plantas atingir 10, 15 ou mais metros de profundidade, abastecendo-se de água em camadas permanentemente úmidas do solo, até mesmo na época seca.


 

Veja também



© 2018   |   Dicas para Casa: Construção, jardinagem e eletroeletrônicos   |   Política de Privacidade