Terreno para vender. Dicas para venda de terreno

Perguntas e respostas sobre Terreno para vender. Dicas para venda de terreno visando minimizar os problemas na captação de clientes, preço e inclusive na documentação.

A venda de um terreno, seja ele para fins de construção residencial ou comercial, pode ser trabalhoso dependendo do próprio terreno, preço e demais condições que o cercam. A situação pode ficar mais complicada quando você tem um pouco de pressa para concretizar a venda.

Porém, algumas dicas e observações importantes muita das vezes é negligenciado pelos vendedores e embora pareçam simples, podem ajudar muito e fazer a diferença entre o sucesso e o fracasso da venda.

Veja abaixo algumas dessas dicas e como elas poderão ajudar na hora de vender seu lote.

Terreno com nível

Dica 1: Como definir o preço de venda

O preço de um terreno é sempre calculado de acordo com o tamanho dele e o valor do metro quadrado na região em que ele se encontra. Faça uma pesquisa sobre outros terrenos que foram vendidos na mesma região e descubra o valor do metro quadro praticado ali, feito isso multiplique pela metragem quadrada do seu terreno. Exemplo: valor do m/2 R$ 600,00. Metragem quadrada do seu terreno 250 m/2, com isso temos: 600 x250 = R$ 150.000

Dica 2. Como encontrar compradores

É necessário anunciar, afinal como diz o ditado: a propaganda é a alma do negócio. Muitas pessoas colocam em imobiliárias e isto pode ajudar, mas se tiver pressa é melhor usar outras formas também. Eu destacaria as seguintes: Coloque uma placa de vende-se no terreno com o seu telefone (isto funciona muito bem), faça um anúncio periódico nos classificados dos jornais da sua cidade, tire algumas fotos e poste no Facebook para seus amigos com o anúncio de venda ou ainda crie uma página no Face e faça uma postagem patrocinada filtrando para todas as pessoas da sua cidade.

Dica 3: Como preparar o terreno

De nada adianta fazer tudo isso se o terreno for muito ruim ou estiver malcuidado. Antes de anunciar, providencie a limpeza do mesmo, corte a grama e deixe ele o mais bem apresentável possível.

Tire entulho, sujeira, mato alto e qualquer coisa que venha comprometer, pois apesar de as pessoas saberem que a bagunça que está lá pode ser tirada, para muitas pessoas, elas acabam não enxergando o potencial do terreno e e concentrando apenas nos problemas que ela está vendo.

Dica 4: Documentação

Este é um ponto importantíssimo e é necessário que a documentação esteja OK para facilitar a venda. Tire uma matrícula do imóvel no cartório de registro de imóveis e verifique se não há nenhuma pendência sobre ele. A documentação em dia possibilitará inclusive que o comprador faça um financiamento e isto ajuda bastante na hora da venda.

Também é importante pegar uma certidão negativa na prefeitura para verificar se não há pendências de IPTU, por exemplo.

Dica 5: E se o comprador quiser financiar?

Sem problemas, desde que a documentação esteja OK. Vender um imóvel financiado pela Caixa, por exemplo é tranquilo e é garantido que você receberá o dinheiro do banco. É claro que eles fazem o pagamento somente depois de uns 30 dias em que o contrato for assinado na Caixa, mas pagam.

O financiamento é uma boa opção e ajuda na hora da venda, pois nem todas as pessoas tem dinheiro em caixa para comprar e pegar a vista, desta forma, possibilitar a venda através do financiamento é uma alternativa a mais.

Dica 6: E se ainda assim não conseguir vender?

Tenha paciência. Alguns terrenos vendem do dia para a noite, outros demandam tempo. Mais cedo ou mais tarde o comprador aparece e por isso é preciso manter a calma e continuar com os processos acima e o resultado virá.